Milionários que Doam suas Fortunas

Quando comunicou o nascimento de sua primeira filha, Max, no dia 2 de fevereiro de 2016, Mark Zuckerberg, criador do Facebook, também anunciou que doará 99% de suas ações na empresa – avaliadas em US$ 45 bilhões – ao longo da vida.

Será beneficiária a fundação filantrópica que possui com a sua esposa, Priscilla Chan – a Chan Zuckerberg Initiative. O objetivo da instituição é “Impulsionar o potencial e promover a igualdade em áreas como saúde, educação, pesquisa científica e energia”.

imrs.php.jpg
Mark Zukerberg, Priscila Chan e a filha do casal, Max

O propósito de Zuckerberg é “fazer um mundo melhor” para sua filha crescer. “Nossa sociedade tem a obrigação de intervir agora, para melhorar a vida daqueles que estão por vir, não só para aqueles que estão aqui”, escreveu em seu perfil no Facebook.

Nos últimos anos, bilionários como o brasileiro Elie Horn, fundador do grupo Cyrela, e sua mulher, Susy Horn, juntaram­-se à Giving Pledge (compromisso com a doação), iniciativa de Bill Gates e Warren Buffett, que já convenceu 40 bilionários a doarem metade de suas fortunas.

Filantropia é “obrigação moral”, disse Horn em entrevista recente ao Valor Econômico.

Por trás do Instituto Cyrela, criado em 2011 e que apoia projetos de creches, bibliotecas e educação, entre outros, Horn dedica não menos de 12 horas semanais a atividades assistenciais

“Cada um dá o que pode. O médico dá consultas gratuitas, o professor dá

 aulas e o empresário dá dinheiro e tempo.”

size_810_16_9_img_1917-web.jpg
O bilionário brasileiro Elie Horn, dono da Cyrela, decidiu doar 60% do seu patrimônio pessoal, estimado em US$1 bilhão, para causas sociais

A filantropia, a generosidade para com outra pessoa, já movimenta US$ 1 trilhão por ano nos EUA, segundo estimativas do Urban Institute.

U-A-U! Palmas para estas iniciativas, não? Transformando lucro em solidariedade e melhoria!

#Click2Giv #GivingBack #Doação #Filantropia #Solidariedade #MilionárioQueDoamFortunas

 

Fonte: Valor Econômico

 

 

Quanto Custa para Acabar com a Fome no Mundo?

Você sabia que a fome ainda é uma pauta importantíssima no mundo?

Em pleno 2015, um relatório divulgado pela ONU revelou que cerca de 800 milhões de pessoas não tem comida suficiente. Sim, 800 milhões, quase 4 vezes a população total do Brasil ainda sofre de fome.

crianças-comendo1.jpg

Nós, felizmente, caminhamos bastante em direção à erradicação deste mal. Entre 2002 e 2014 a queda de subalimentados no Brasil foi de 82,1%, a maior queda entre os países mais populosos. Mas ainda temos 3,4 milhões de brasileiros que passam fome.

Agora, vamos à pergunta: Quanto custaria para acabar com a fome no mundo?

A resposta é: US$267 Bilhões de dólares, por ano, até 2030.

E isso é muito ou pouco?

De acordo com a OECD, a classe média no mundo irá crescer 161% neste período. No Brasil,  ela é composta por quem tem renda per capita entre R$ 291 e R$ 1.019*.

 Se a classe média, que irá gastar aproximadamente US$ 55 trilhões por ano no mundo, doar apenas 1% deste valor, teremos US$550 Bilhões de dólares para ajudar quem mais precisa.

Isso significa por volta de R$10 reais por mês.

Isso mesmo com R$10 reais mensais a pobreza extrema pode ser erradicada não só no Brasil, como também no Mundo! E ainda sobra dinheiro para outras iniciativas na educação, saúde e etc.

Captura de Tela 2016-06-22 às 15.51.37Viu como a sua doação é MUITO importante e faz toda a diferença? 🙂

Claro que existem muitos outros agentes, como os governos por exemplo, que já trabalham e devem continuar trabalhando para que isso aconteça. Mas se podemos ajudar, por que não?

Vamos juntos clicar e doar solidariedade a quem precisa! o/

*Organização de Cooperação e de Desenvolvimento Econômico. Para fazer o cálculo, basta seja dividir a renda da sua família pelo número pessoas e ver se se enquadra nos valores.

 

Fonte: Brasil Post, Nações Unidas, Future World Giving

 

 

 

 

 

5 Maneiras de Ser Mais Feliz ao Doar

giftsforgood.jpg

Você viu em outro artigo deste blog que doar aos outros e à causas sociais nos traz felicidade e prazer. E já que sabemos disso, quais são as formas de doar que aumentam a felicidade?

Com estas dicas fica mais fácil escolher a causa e estar satisfeito com a sua boa ação:

  1. Doe para projetos bem específicos

As pessoas gostam de sentir que impactaram diretamente na causa

Quando as organizações são estruturadas de forma bem real e tangível, você doa 3 vezes mais. E se sente melhor quando os ajuda. Quando a sua doação vai pra algo concreto ela acaba com a ideia de “Mas será que a minha doação faz mesmo alguma diferença?”.

O sentimento de que ela faz SIM diferença aumenta o seu nível de satisfação em doar.

  1. Doe mais frequentemente, em quantidades menores

Aumente sua felicidade doando para mais causas e projetos.

Doar R$1000 não te dá 10 vezes a felicidade de doar R$100. Justamente por isso você deveria doar mais frequentemente em menores quantidades, tendo assim mais vezes a satisfação e bem estar de doar.

  1. Doe sem amarras

Doar para uma causa sem querer ou ganhar algo específico em troca aumenta sua felicidade.

Fazer uma doação para ganhar algo em troca pode limitar aquele pico de felicidade que você tem quando doa. É quase o mesmo que acontece quando você compra de algo que uma parcela do dinheiro vai para alguma ação social.

Isso não quer dizer que você não possa comprar produtos que ajudam instituições e projetos, ou que você tenha que evitar ganhar um brinde quando doa. Mas se você quer ter o máximo de satisfação pelo dinheiro doado, nada ganha da doação que não dá algo específico em troca.

  1. Doe quando você sabe quem a sua contribuição vai ajudar.

Aumente a sua felicidade ajudando organizações que contam ótimas histórias de uma pessoa que a sua doação vai ajudar.

Você doa 60% mais quando tem um nome, idade e foto de alguém que vai se beneficiar diretamente da sua doação.

Este é o chamado “efeito da vítima identificável”, em que nos importamos mais com uma pessoa que conhecemos do que com uma grande quantidade de outras que são só um número.

  1. Doe de forma pública

Aumente seu ato do bem compartilhando com seus amigos a sua doação.

O seu lado mais humilde pode querer manter a sua doação anônima, mas você realmente quer ser reconhecido e celebrado por suas doações. É um reforço positivo para uma boa ação e aumenta a sua satisfação de doar.

Deixar a sua doação ser pública ou você mesmo compartilhar com seus amigos tem também o benefício de encorajar outros a doar, por deixá-los saber que não estão sozinhos.

Você se lembra do desafio do balde de gelo? Ele foi tão bem sucedido porque aconteceu em público para que todos pudessem ver. E isso não tem nada a ver com vaidade. Afinal, vai só aumentar a proporção da sua ajuda 😉

#Click2Giv #DoaçãoDoBem #Solidariedade #Felicidade #Generosidade #Dinheiro #Doação #5ManeirasDeSerMaisFelizAoDoar

Fontes: Hunffington Post e Science of Giving

 

Colegas Doam 350 dias de Férias para Pai Cuidar de Filha com Câncer

jonathan-naelle-2.jpg

Há cerca de um ano, Jonathan e Marine Dupré descobriram que Naëlle, sua filha de 4 anos, estava com câncer no rim. Para que pudesse enfrentar a situação difícil ao lado da filha, o pai ganhou 350 dias de folga como presente de seus colegas de trabalho. A família vive em uma pequena cidade no norte da França, onde ele trabalha em uma fábrica de vidro.

A menina passou por um tratamento intenso. Depois da cirurgia, realizada em dezembro do ano passado, teve de enfrentar 31 semanas de quimioterapia.

“Usei todos os meus dias de férias em exames médicos e sessões quimioterápicas”, contou ele ao jornal local Le Réveilde Neufchâtel.

Em 2014, a França aprovou uma lei que permite colegas cedam seus dias de férias ou folgas quando o filho de um funcionário está doente.

Foi seu chefe quem teve a ideia de coletar dias com os colegas, que apoiaram a iniciativa. “Soube pelo correio. Fiquei muito emocionado”, disse Dupré.

“Estou muito feliz que meu pai fica em casa comigo”, disse Naëlle. O câncer agora está em regressão e ela já pôde voltar à escola em setembro.

Agradecido

A lei foi aprovada estabelece que os “empregados podem renunciar a seus dias de descanso em benefício de um companheiro que tenha um filho menor de 20 anos que esteja doente”.

Além disso, a lei estabelece que “o beneficiado pelos dias cedidos receberá salário integral durante os dias em que estará ausente”.

Fonte: BBC

A Maior Doação Já Feita no Mundo

Na click2giv você consegue doar a quantidade que quiser, para a campanha que quiser. E este gesto é incrível. Mas você já imaginou qual foi a maior doação em dinheiro já feita no mundo? Quem será que tem este recorde?

Bem, ele é um homem muito rico e você certamente já ouviu falar. Trata-se do Bill Gates, o fundador da Microsoft. Eleito mais uma vez em 2016 como o homem mais rico do mundo, ele detém também o título de homem mais generoso do mundo.

bill-gates.jpg

Sua doação de US$10 bilhões de dólares para desenvolver e distribuir vacinas foi a maior já registrada para uma causa específica.

Ele espera que com este dinheiro seja possível salvar a vida de mais de 8 milhões de crianças nos países mais pobres.

“Nós precisamos transformar esta década (de 2010 a 2020) na década das vacinas”.

“As vacinas já salvam e melhoram a vida de milhares de pessoas. A inovação fará possível salvar mais crianças do que nunca.”

BillMelindaGatesFoundation.svg.png

Junto com sua esposa, Melinda Gates, possui a Fundação Bill & Melinda Gates, que é a maior fundação de caridade do mundo. Bill Gates já doou mais de US$ 27 bilhões de dólares ao longo da sua vida.

Incrível saber que existem pessoas como ele, que transformam riqueza em solidariedade e em ainda mais “riqueza”, agora no sentido humano da palavra.

#Click2Giv #Solidariedade #Generosidade #AMaiorDoaçãoDoMundo #RiquezaDeVerdade #BillGates #Bill&MelindaGates

5 inspirações para ajudar um desconhecido

Ajudar um desconhecido ou um “estranho” é uma das maneiras de medir a sua solidariedade.

Geralmente estendemos a mão para amigos e familiares sem pensar muitas vezes. Mas existem muitas formas de realizar uma boa ação para aqueles que nem mesmo conhecemos.

Como já falamos aqui, doar traz benefícios comprovados para o seu bem estar. Aliás, já diz o ditado: “Fazer o bem sem olhar a quem” 🙂

Aqui colocamos algumas ideias que podem te inspirar a deixar melhor o dia de alguém. Que tal testar?

“Muros de Solidariedade”

Origem: Irã

“Muros de Solidariedade” começaram com ganchos pendurados pela rua, acompanhados das palavras: “Se você não precisa, deixe aqui. Se você precisa, pegue”. Esta ação teve como início a preocupação com moradores de rua na chegada do inverno (que tem temperaturas abaixo de zero).

Desde então, o volume de doações aumentaram bastante! ❤

iran_wall_of_kindness2.jpgIran-wall-of-kindness-3.jpg

“Muros de Solidariedade” no Irã.

Compre um “Café Adiantado” 

Origem: Itália

Esta tendência começou em Nápoles, quando as pessoas começaram a comprar uma xícara de café extra como um ato anônimo de caridade. A ideia se espalhou pelo mundo. Imagine só chegar no seu café favorito e alguém ter pago pra você? Incrível, não?

 

“Café Suspenso” – pague por um café extra e nós vamos adicionar aqui. Alguém que precise pode tomar depois. *Obrigada! *Precisa de um café suspenso? É só pedir.

Ajude uma pessoa Cega

Origem: Estados Unidos

BeMyEyes (Seja Meus Olhos) é um aplicativo gratuito para pessoas cegas ou com deficiência visual que precisam da ajuda de alguém que enxergue bem. A comunidade de usuários é do mundo todo!

shareimageCaptura de Tela 2016-06-22 às 17.14.09

“Be My Eyes – Empreste seus olhos aos cegos”. Telas do aplicativo que funciona com um chat e vídeo: “Qual desses é o molho de tomates? O da sua direita” e “O leite já venceu? Não, você tem mais 2 dias”.

Faça “Ações Aleatórias de Bondade” – RAK

Origem: África do Sul

Um homem sul-africano decidiu, ao invés de doar apenas uma bebida, fazer Ações Aleatórias de Bondade (Random Acts os Kindness – RAK) para desconhecidos. Um ano depois ele começou a tendência #RAK15, com a ambição de espalhar este tipo de atitude.

B8LcFH1CIAAw2l6

“Como mudar o mundo? Um ato de bondade de cada vez. #RAK15”

Apoie um Banco de Alimentos ou uma Cozinha para Refugiados

Origem: Todo o mundo

O Sudão oferece em sua capital, Cartum, abrigo e comida para as mulheres refugiadas da Síria. Já no Egito, um grupo de executivos organizou um Banco de Alimentos com doações de um hotel e da indústria de Fast Food para alimentar milhares de pessoas.

Mulheres e família em ação no Banco de Alimentos em San Diego (EUA) para refugiados.

Fonte: CAF

Estudo Comprova: Doar Traz Felicidade

172824-chocolate-heart-of-chocolate

Você sabia que quando você faz uma doação para ajudar uma instituição ou alguém, o seu cérebro reage de forma muito parecida de quando você está comendo chocolate? É verdade!

Graças a uma tecnologia chamada fMRI, que mede e mapeia as atividades do cérebro, um Estudo de Harvard detectou que quando uma pessoa doa para alguma causa que acredita, a região do mesencéfalo se ilumina.

Mas o que é o “mesencéfalo”? É a área do cérebro responsável pelos nossos desejos (chocolate, por exemplo) e recompensas de prazer. Isso mostra a ligação entre doação e prazer. Incrível, né?

Esta resposta de recompensa ou prazer é a razão fisiológica por trás do sentimento gostoso de satisfação, misturado com “coração quentinho” que temos quando doamos. Isso também explica porque muitas pessoas preferem dar do que receber presentes, por exemplo.

De acordo com os pesquisadores* gastar dinheiro com os outros ou com doações para ações e projetos sociais dá mais prazer do que gastar dinheiro consigo próprio.

SP Philippines Dec 2013
Crianças Filipinas recebendo tênis de presente 🙂

Depois de descobrir que pessoas que gastam a maior parte da renda com gastos pró-social (presentes e doações para a caridade) do que com gastos pessoais se dizem “mais felizes”, os pesquisadores decidiram fazer um experimento real.

De forma aleatória, pessoas foram colocadas em quatro grupos que tinham: $5 para gastar com si mesmo, $20 com si mesmo, $5 com os outros e $20 com os outros.

Aqueles que gastaram $5 ou $20 com os outros relataram estar muito mais felizes, enquanto aqueles que gastaram dinheiro para si mesmos não mostraram nenhuma mudança na felicidade.

Vale notar que o grupo que gastou $5 foi tão feliz quanto o que gastou $20 com os outros, mostrando que a felicidade que temos em doar não está diretamente ligada ao quanto doamos, mas sim ao fato de simplesmente doarmos.

Ou seja, DOAR NOS TRAZ FELICIDADE e prazer. E precisa de mais do que uma pesquisa científica para comprovar isso? Acho que só experimentando pra saber… 🙂

#Click2Giv #DoaçãoDoBem #Solidariedade #Felicidade #Generosidade #Dinheiro #Doação #EstudoHarvard #CausaSocial

*Dunn, Elizabeth W.; Aknin, Lara B.; Norton, Michael Irwin

Fontes: Hunffington Post , Livro: Science of Giving, Estudo de Harvard